Blog Ueepa!

Em busca do sucesso como empreendedor!

Voltar ao Início

Algumas pessoas sabem que nasceram para empreender ou foram doutrinados pela família para ser empresários. Outros nem sabem como entraram nesse universo, caíram de paraquedas, começaram porque precisavam de uma segunda renda, enfim por motivos variados arriscaram. Cerca de 10 milhões de pessoas têm suas empresas registradas no Simples Nacional, além dos mais de 5 milhões de empreendedores individuais e, é claro, outros tantos que não são regularizados. Você sabia que as pequenas empresas são responsáveis por 52% dos empregos com carteira assinada no Brasil e por 27% do PIB (Produto Interno Bruto)? - segundo dados do Sebrae divulgados em 2015.

São números que se modificam a cada dia. Porém, é preciso ter cuidado, afinal o Brasil passa por um momento "delicado". No primeiro semestre de 2015, 232 mil empresas foram abertas e neste mesmo período 191 mil firmas deram baixa em seus registros nas juntas comerciais do País - os dados são da Secretaria da Micro e Pequena Empresa (SMPE), com bases nos cadastros das Juntas Comerciais de todo o País. Então, se você é empreendedor é preciso ter os olhos muito atentos a “saúde” do seu negócio.

Ueepa! traz abaixo algumas dicas para que seu negócio cresça e se estabeleça.

Não opte pela informalidade

Iniciar um negócio dentro da formalidade não é fácil. Sabemos de todas as dificuldades em relação aos impostos, mas tenha em mente que é algo necessário. Sem a formalização, o seu negócio fica limitado. A formalidade vai possibilitar que você emita nota fiscal, tenha uma conta bancária jurídica, possa ter cartão de crédito e se um dia for preciso solicitar empréstimos.

Planeje

Jamais pense que planejamento é feito apenas em empresas grandes. Você precisa ter um planejamento e quando perceber que não está dando certo. Sente e reveja todos os passos para poder mudar sua estratégia antes que seja tarde. Coloque metas para sua empresa e prazos isso vai ajudá-lo.

Conheça seu público-alvo

É importante entender quem é seu público-alvo. Idade, comportamento, hábitos, gosto, enfim, essas informações farão com que você consiga oferecer um produto ou serviço de acordo com o perfil dos seus clientes. As chances deles se interessarem são muito maiores.

Três aspectos financeiros

  • Organize seu fluxo de caixa. Use planilhas simples e controle valores que entram e saem. Alguns softwares de gestão auxiliam o controle financeiro - mostrará os vencimentos dos seus boletos e suas notas vencidas que devem ser cobradas.
  • Nunca e jamais use o dinheiro da empresa para pagar despesas pessoais – ou vice-versa (este é um dos erros mais comuns entre os donos de pequenos negócios). Você precisa estipular uma retirada, como se fosse seu salário e, assim, seguir o planejado. Afinal, seu negócio precisa crescer!
  • Corte gastos de todas as formas. Não pague juros por atraso de contas ( atente-se as datas); negocie com seus fornecedores valores e prazos – quando possível pague à vista para obter descontos.

Comunique-se

Não deixe a comunicação de lado. Ela pode e vai agregar muito em seus resultados, mesmo que seja a longo prazo – e-mails marketing continua sendo uma das principais ferramentas de marketing. Atualmente, empresas grandes e pequenas utilizam muito bem as mídias sociais com intuito de gerar negócios. Então, você também deve estar nas mídias sociais. Lembre-se, a propaganda é a alma do negócio. Veja nosso texto: Empreendedor, você conhece bem o facebook?

Encare as falhas de frente

Não temos como negar, seu negócio vai apresentar falhas em algum momento. Não as camufle. Entenda quais são elas e encare-as como um aprendizado. Busque assim soluções para conseguir transformar essas falhas em cases de sucesso. E quando você perceber que errou não desanime, erros são necessários para o aprendizado. O importante é aprender fazer diferente na próxima vez.

© 2024 Ueepa!