Blog Ueepa!

Empreendedores também podem conseguir investidores!

Voltar ao Início

Alguns micro e pequenos empreendedores acham que conseguir um investidor para seu negócio é algo que está a milhas de distância de sua realidade. Claro que não é algo fácil, porém também não é impossível. Não importa se você é MEI, Micro ou Pequeno empreendedor, a verdade é que ver seu negócio crescer é algo almejado por todos. E ter mais capital para investir pode ser uma boa estratégia para realizar este sonho. Então, Ueepa! traz para vocês informações valiosas que podem ajudar nesta caminhada!

O primeiro passo é saber quais são os tipos de investidores. Após conhecê-los, escolha o que você acha que tem maior chance de investir em seu negócio. Lembre-se que você precisa comprovar que sua ideia de negócio pode ser boa para ambos.

  • Investidores individuais: tendo boas referências do MEI, podem levar de 2 a 8 semanas para investir valores em torno de 100 mil reais.
  • Grupos de investidores: avaliam projetos em fóruns semestrais e podem investir de 200 a 500 mil reais em até 3 meses.
  • Fundos de capital (capital privado) – têm suas próprias regras e podem avaliar a empresa, não mantendo contato por longo tempo e ainda assim eventualmente reaparecendo com uma proposta. Outros podem ajudar a empresa informalmente durante algum tempo e depois planejarem um investimento formal. São possíveis investimentos de 200 mil a 1 milhão de reais entre 3 e 6 meses.
  • Fundos de capital (capital público): também têm suas próprias regras e um pouco mais de burocracia em seu regime. Podem levar de 3 a 6 meses em uma avaliação para investimentos de 1 a 5 milhões de reais.

Vamos agora à três dicas para você conseguir seu investidor

  • Onde encontra-los: você pode achar seu investidor em qualquer lugar, mas há lugares que são mais propícios disto acontecer, por exemplo em eventos destinados a empreendedores e startups, competições, cursos, em reuniões informais com outros empreendedores. Mas não é simplesmente estar nesses lugares, você precisa estar de olhos e ouvidos atentos, fazer muitos contatos, conversar e conhecer a história de outros participantes. Não desista, pois se não for da primeira vez, pode ser da segunda, da terceira. E lembre-se, você precisa ser o primeiro a acreditar no seu negócio, seja confiante!
  • Antes de apresentar o projeto: deixe claro a sua capacidade empreendedora, passe confiança, demonstre que você é mesmo um empresário que deseja crescer e que tem potencial para isso, só precisando de um apoio financeiro.
  • Agora, apresente seu projeto: Aponte de forma clara e objetiva as vantagens que o negócio apresenta para o investidor. Estude e tenha todas as informações do projeto em seu discurso. Não é preciso fazer um projeto de centenas de páginas. Seja objetivo e sucinto.

Dentro deste contexto, não podemos não falar do famoso investidor-anjo? Acredito que você como empreendedor já tenha ouvido esta denominação. Investidores anjos buscam negócios que tragam mudança na vida social das pessoas, inovações, negócios rentáveis, entre outras coisas. Veja abaixo uma explicação objetiva:

O que é um Investidor-Anjo?

O Investidor-Anjo é normalmente um (ex-)empresário/empreendedor ou executivo que já trilhou uma carreira de sucesso, acumulando recursos suficientes para alocar uma parte do seu patrimônio para investir em novas empresas, bem como aplicar sua experiência apoiando a empresa. Importante ressaltar que este “anjo” não investe apenas capital, mas também aplica seus conhecimentos, experiência e rede de relacionamento para orientar o empreendedor e aumentar suas chances de sucesso.

E porque um empresário bem sucedido faria isso?

O Investidor-Anjo tem como objetivo aplicar em negócios com alto potencial de retorno, que consequentemente terão um grande impacto positivo para a sociedade através da geração de oportunidades de trabalho e de renda. O termo "anjo" é utilizado pelo fato. Geralmente, esta pessoa tem uma participação minoritária no negócio.

© 2024 Ueepa!